TECNOLOGIA

Messenger só pode ser usado por quem tem conta no Facebook

Até então, o Facebook permitia que usuários que não tem a rede social utilizassem o Messenger fazendo login pelo número de celular

Ícones do Facebook e Messenger. (Foto: Reprodução/Tecmundo) Ícones do Facebook e Messenger. (Foto: Reprodução/Tecmundo)

O Messenger, que até então podia ser usado como aplicativo de mensagens independente do Facebook, agora, só passará a funcionar para quem obrigatoriamente tenha uma conta da rede social. Desde 2015, época em que o aplicativo de mensagens se tornou independente, o Facebook permitia que usuários que não possuem a rede social utilizassem o Messenger fazendo login com o número de telefone, de maneira similar ao que acontece com o WhatsApp.

Nesta semana, porém, a companhia confirmou ao Venture Beat que o uso do mensageiro agora está totalmente vinculado ao serviço principal da firma. Segundo o Facebook, a maioria dos usuários do Messenger também possuem a rede social e o objetivo da integração total é simplificar o processo de autenticação para uso da plataforma.

Atualmente, o aplicativo de mensagens é utilizado por cerca de 1,3 bilhões de pessoas, e a empresa garante que a "vasta maioria" não sentirá a diferença da mudança. Ainda conforme o Tecmundo a alteração feita no sistema de autenticação do Messenger é apenas mais uma das ações do Facebook para unificar suas diferentes plataformas.

Neste ano, a companhia também colocou seu nome para aparecer tanto no Instagram quanto no WhatsApp, aplicativos que são populares de maneira independente e estão embaixo do guarda-chuva de serviços da gigante da web.

Comentários