Galaxy Fold, celular dobrável da Samsung, será lançado no dia 16 de janeiro

Se levado em conta o preço em que é vendido nos EUA o aparelho pode custar, pelo menos R$ 8 mil
09/01/2020 07:23 Tecnologia e Ciência
Design do celular quando aberto. (Foto: Tecmundo)
Design do celular quando aberto. (Foto: Tecmundo)

Depois de muita polêmica, adiamentos e alterações em seu visual o Galaxy Fold, primeiro smartphone dobrável da Samsung, será lançado no Brasil no próximo dia 16 de janeiro. Na mesmo data também será divulgado o preço do aparelho. Disponível no exterior desde setembro de 2019, o modelo já vendeu mais de 400 mil unidades globalmente.

O celular tem uma tela externa AMOLED de 4,6 polegadas, utilizada quando o gadget está fechado, e uma tela dobrável Super AMOLED de 7,3 polegadas, acessível quando ele é aberto, que permite rodar até três aplicativos simultaneamente. Além da tela flexível que promete impressionar o mercado nacional o celular também tem processador Snapdragon 855, 12 GB de memória RAM e 512 GB de capacidade de armazenamento.

A bateria tem 4.380 mAh, com suporte a carregamento rápido, e o sistema operacional é o Android 9 Pie. O conjunto fotográfico é outro atrativo. Há uma câmera na tela externa para selfies de 10 MP, duas câmeras frontais na tela dobrável, com sensores de 8 MP e 10 MP, e três câmeras traseiras, sendo a principal de 12 MP, uma telefoto também de 12 MP e a grande angular de 16 MP.

Preço - A única certeza até então é de que, se levado em conta o valor do celular nos Estados Unidos, o aparelho não deve custar nada barato no país. O Fold custa a partir de US$ 1.980 nos EUA, o que dá pouco mais de R$ 8 mil em conversão direta, pela cotação do dia e sem o acréscimo de impostos. O que também não se sabe é se ele virá apenas na versão 4G ou também na 5G e quais as opções de cores do Galaxy Fold estarão disponíveis nas lojas brasileiras.

Atrasos – O Fold tinha previsão de lançamento para o final do mês de abril do ano passado. No entanto, uma semana antes da chegada às lojas, o aparelho foi entregue pela Samsung à mídia especializada que constatou defeitos graves com a tela dobrável em questão de horas. Diante dos problemas, a Samsung decidiu adiar o lançamento do telefone, ganhando assim tempo para corrigir os problemas.

Fonte: Adriano Fernandes / Campo Grandes News

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do General Salgado News.