SAÚDE

Campanha da Igreja Universal abastece 287 hemocentros

De janeiro a novembro, Grupo da Saúde mobilizou mais de 34 mil doadores

Cerca de 15 mil doadores compareceram aos postos de coleta só em novembro / Foto: Divulgação/Igreja Universal Cerca de 15 mil doadores compareceram aos postos de coleta só em novembro / Foto: Divulgação/Igreja Universal

O Grupo da Saúde, programa social mantido pela Igreja Universal do Reino de Deus, cumpriu mais uma vez a sua missão de voluntariado. Apenas no mês de novembro, cerca de 15 mil doadores compareceram aos postos de coleta de todo país.

Desde janeiro, o grupo mobilizou 34.572 doadores para salvar vidas, totalizando 138 mil pessoas beneficiadas com as doações. Cada doação consegue atender quatro pacientes que necessitam de sangue.

A iniciativa ajudou a abastecer 287 hemocentros localizados em todos os estados brasileiros. Segundo o responsável pelo Grupo da Saúde, Eduardo Ribeiro, a doação de sangue é importante o ano inteiro, mas neste período de festas de fim de ano, os voluntários têm dedicação redobrada.

– É nessa época que acontece o maior número de acidentes e também quando o maior número de pessoas se ausentam. Com isso, os estoques dos hemocentros caem significativamente – explicou Ribeiro.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) recomenda que de 1% a 3% da população de cada país seja doadora. No Brasil, a porcentagem é de 1,6%.

Apesar de estar dentro do padrão de doação recomendado internacionalmente, o Ministério da Saúde trabalha para ampliar o número de doadores, especialmente o de doadores regulares. Dados divulgados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) mostram que 42,9% das doações feitas em 2017 foram de primeira vez, 42% de repetição e 15% esporádicas.

Generosidade que salva vidas

Marcely Souza, de 18 anos, foi uma das beneficiadas pelo programa social. Ela afirmou que só conseguiu dar importância para a doação de sangue, quando precisou.

– Após sofrer um grave acidente de moto, aprendi a dar valor para essa atitude tão generosa que, felizmente, salvou a minha vida. Os voluntários do Grupo da Saúde me visitavam constantemente no leito e me ajudaram, com palavras de incentivo, a ter esperança na minha recuperação. Em breve estarei 100% e desejo ajudar outras pessoas, como um dia fui ajudada – disse.

Além da campanha de doação de sangue, o Grupo da Saúde presta auxílio a doentes, familiares deles e profissionais das UBS (Unidades Básicas de Saúde), UPA (Unidades de Pronto Atendimento), hospitais, clínicas de acolhimento, casas de repouso e asilos de todo o Brasil.

O grupo também oferece, de madrugada, café da manhã às pessoas que aguardam, em filas de hospitais, pelo atendimento médico.

Comentários