Número de motoristas flagrados no bafômetro no carnaval 2020 aumenta 167,44% em relação ao ano passado, diz PRE

Condutores passaram pelo exame durante operação realizada no feriado prolongado de carnaval em rodovias estaduais da região noroeste paulista. Nenhuma morte foi registrada.
27/02/2020 12:15 Policial
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Cento e quinze motoristas foram autuados por embriaguez ao volante durante o feriado de carnaval após serem submetidos ao teste do bafômetro em rodovias estaduais da região noroeste paulista.

De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), 43 condutores foram flagrados dirigindo sob efeito de bebidas alcoólicas no ano passado. Ou seja, houve um aumento de 167,44% em relação ao carnaval do ano passado.

O trabalho da polícia foi facilitado com o uso do bafômetro passivo. Com o equipamento, o motorista não precisa descer do carro para realizar o teste.

As situações envolvendo motoristas dirigindo depois de beber estão entre as mais frequentes encontradas pelos policiais nas fiscalizações. Quem for flagrado dirigindo bêbado paga multa de R$ 2.934 e tem carteira suspensa por 12 meses.

Se o resultado do bafômetro apontar mais de 0,34 miligrama por litro de ar expelido o motorista é preso e tem a Carteira Nacional e Habilitação (CNH) retida.

Ainda de acordo com a Polícia Rodoviária, a Operação Carnaval Mais Seguro autuou quase três mil motoristas dirigindo sob o efeito do álcool em todo estado de São Paulo. Desses, 56 foram presos.

“Nós tivemos um empenho muito grande na fiscalização de alcoolemia. Aumentamos em quase 200% de testes realizados e o número de infrações aumentou quase 150%. Nenhuma morte foi registrada neste período”, afirma o tenente da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), César Augusto.

Fonte: G1

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do General Salgado News.