Tribunal do Júri condena a 20 anos de prisão empresário por feminicídio

Daniel Teixeira foi condenado por matar a companheira Mayran Muriel, em novembro do ano passado. Advogado de defesa recorreu da sentença.
31/01/2020 15:04 Justiça
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O empresário Danilo Teixeira Elias foi condenado a 20 anos e oito meses de prisão na tarde desta quinta-feira (31) pelo assassinato da companheira Mayran Muriel de Oliveira. A decisão foi no Tribunal do Júri, que durou seis horas no fórum de Nova Granada (SP).

O crime aconteceu em 2018 na cidade de Icém. O G1 tentou nesta sexta-feira (31) entrar em contato com o advogado de defesa de Danilo, mas ninguém atendeu às ligações.

Danilo foi condenado a 18 anos e 8 meses pelo homicídio com três qualificações: meio cruel, recurso sem defesa para vítima e pelo fato de ser feminicídio. O réu também foi condenado a dois anos por porte ilegal de arma de fogo.

O advogado de defesa já entrou com recurso no próprio Tribunal de Júri, mas a Justiça negou que Danilo recorra em liberdade. Ele, que estava no CDP de Icém, deverá ser transferido para alguma penitenciária da região.

Mayran, na época com 32 anos, foi morta estrangulada pelo companheiro dentro de casa, em Icém, no dia 18 de novembro de 2018.

Na época, segundo a Polícia Civil, Danilo matou a vítima pela manhã, passou à tarde em um bar e, à noite, quando voltou à residência, ligou para familiares dela para pedir perdão.

A família acionou a polícia e foi até o local, onde encontrou Mayvan Oliveira na cama, já sem vida.

Ainda de acordo com a polícia, o suspeito confessou que cometeu o crime por ciúmes. Com ele, os policiais encontraram uma arma de fogo, que foi apreendida.

Veja mais notícia da região em G1 Rio Preto e Araçatuba

Fonte: G1

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do General Salgado News.