Dia do Saci: Conheça a história do garoto negro do folclore brasileiro

31/10/2019 14:03 Curiosidades
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

31/10/2019 08h11 - Da redação

O Saci é uma das lendas mais conhecidas do Brasil. É representado pela figura de um garoto negro, sem uma das pernas e que vive fumando cachimbo. Ele adora fazer travessuras.

Em homenagem a esse personagem tão brasileiro, o dia 31 de outubro foi instituído como o Dia do Saci. O personagem é muito influente na Literatura, em Mato Grosso do Sul ganhou um poema de Mara Calvis, membro da Academia de Letras e Artes do MS. Veja:

"Ah a bruxa vem aí

Mas não vêm sozinha

Vem na base do SACI!

Pula, Pula, Pulaaa

Numa perna só

Vá largando brasa

No caximbo da vovó! "

Origem

Sobre a origem do Saci, a história mais conhecida por aí é que ele vive nas matas e tem grande domínio em seu território. Aliás, ele supostamente é umas espécie de feiticeiro das ervas medicinais e tem grande a habilidade em desenvolver medicamentos.

Como é considerado guardião das ervas e das plantas medicinais, o Saci-Pererê teria um profundo conhecimento das técnicas de manuseio e de preparo das ervas. Aliás, exatamente por isso, em algumas regiões do Brasil o personagem folclórico chega a ser considerado um ser maldoso e vingativo.

No entanto, essa característica negativa se deu justamente por ele guardar e cuidar das ervas sagradas presentes na mata. Além de ser conhecido por atrapalhar e confundir as pessoas, que coletam essas plantas sem autorização.

Sua associação com as plantas é tão grande que algumas lendas dizem que os Sacis nascem em brotos de bambus, onde vivem sete anos. Após esse tempo, eles conseguem viver mais setenta e sete anos, tempo suficiente para atentar a vida dos seres humanos e dos animais.

Fonte: Dourados Agora

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do General Salgado News.