Depois de golpe, cliente tem problemas no cartão

Leitora diz que a mãe foi alvo de golpistas, que fizeram compras de quase R$ 2.000

AGORA


São Paulo (SP), 06/10/2021. Santana Gomes reclama de serviço prestado pelo Carrefour. (Foto: Arquivo pessoal) - Arquivo pessoal

A técnica de enfermagem Santana Gomes, 34 anos, relata dificuldades para conseguir estorno de valor no cartão de crédito do Carrefour de sua mãe, vítima de golpe. Mesmo com o boletim de ocorrência registrado, ela não conseguiu reaver os quase R$ 2.000 que foram gastos pelos golpistas. Moradora do Guarapiranga (zona sul), ela conta que a mãe foi abordada por duas pessoas quando estava em casa. “Ela estava sozinha. Eles disseram que ela tinha direito a um benefício, mas que, para isso, teria que mostrar os cartões e documentos, o que minha mãe fez por ingenuidade', diz.

Logo que chegou em casa e ficou sabendo da situação, Santana verificou o cartão de crédito. “Fui surpreendida com um gasto no valor de R$ 1.886. Liguei imediatamente para a central informando o ocorrido e pedindo para cancelar o cartão.' Porém não houve reembolso, mesmo com a leitora alegando que há pagamento do seguro do cartão. Segundo ela, o ocorrido afetou bastante a mãe. “O Carrefour alega que está em análise, pois, na hora de fazer o boletim de ocorrência, acabamos colocando que o cartão havia sido clonado, mas na verdade ela caiu em um golpe', diz.

Mais

Mesmo após diversas tentativas de tratativas com a empresa, o caso não foi solucionado. “O ocorrido foi no dia 27 de agosto. Desde então, minha mãe vai toda semana no Carrefour para tentar resolver, em vão.' Sem saber o que fazer para encerrar o caso, Santana pediu ajuda ao Agora. “Por favor, nos ajude a resolver esse problema', diz ela.

​Empresa faz ajuste na fatura

O Carrefour informa, em nota, que entrou em contato com Santana para esclarecer que não é possível realizar a contestação de compra junto à bandeira do cartão porque as transações foram realizadas de forma segura, com o uso de senha e chip. “Em caráter de exceção e visando manter o bom relacionamento com a cliente, a empresa realizou o ajuste das compras e a cliente foi orientada a pagar a fatura, desconsiderando as transações mencionadas', informa. A leitora confirmou a resolução do caso.


 

Clique aqui para participar do grupo Do WhatsApp do general Salgado News

Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do portal General Salgado News (67) 996418820 

www.itaporanews.com

Curta nossa Fan Page e fique por dentro de tudo que acontece em General Salgado, Região, Brasil e Mundo!