‘Momento de queda no preço do boi é ruim para frigoríficos e pecuaristas’

Segundo analista da Safras & Mercado, a ausência da China nas compras de carne bovina segue apertando as margens do produtor

CANAL RURAL


A arroba do boi gordo continua registrando baixa no mercado brasileiro. Na B3, o contrato com o vencimento para outubro passou de R$ 285,25 para R$ 283,50. No mercado físico, o cenário também é de queda. Em São Paulo, a arroba que há um mês era negociada a R$ 300, atualmente chega a ser cotada a R$ 280, segundo Fernando Iglesias, analista da Safras & Mercado.

“Os preços ainda refletem o caso atípico de “mal da vaca louca', registrado no início de setembro, isso deixou o mercado turbulento, com a China deixando de importar carne bovina do Brasil. O país asiático responde por 57% das compras, e isso levou a pressão nos preços', destaca.

Segundo o analista, não há sinais de que a China vai reabrir, no curto prazo, o mercado para a carne bovina do Brasil. Diante disso, os preços seguirão em queda.

O cenário se complica ainda mais diante do custo de produção, que está em um patamar elevado.

Noticias Relacionadas

“O pecuarista perdeu a capacidade de retenção de confinamento diante do custo maior. A chuva é um problema adicional, pois dificulta a retenção de animais no cocho. Com esse cenário, o pecuarista é obrigado a negociar esses animais, mesmo com preços mais baixos. É um cenário complicado, pois ninguém ganha com essa situação, nem frigoríficos e nem os pecuaristas', finaliza Iglesias.


 

Clique aqui para participar do grupo Do WhatsApp do general Salgado News

Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do portal General Salgado News (67) 996418820 

www.itaporanews.com

Curta nossa Fan Page e fique por dentro de tudo que acontece em General Salgado, Região, Brasil e Mundo!